Arquivo da tag: Livros

Pedaços de beleza

Dois trechos (com alguma edição) do capítulo III de “Caçando Carneiros”, do Haruki Murakami, um escritor e tradutor japonês pra lá de interessante, grande conhecedor de jazz — teve um bar de jazz chamado “Peter Cat” —, uma das influências … Continuar lendo

Publicado em estranhamentos, Livros | Marcado com , , | 10 Comentários

Desconfortos

É carnaval. E ontem, enquanto voltava para casa pelas ruas do Centro do Rio, depois de (quase) divertir-me no bloco Cordão do Boi Tatá, foi impossível deixar de notar o forte e onipresente cheiro de urina das ruas da cidade, … Continuar lendo

Publicado em (re)flexões, cultura, língua, Livros, sociedade | Marcado com , , , , , , , | 9 Comentários

De idades, gêneros, filmes e livros (sem falar em blogueiros)

Acabei de assistir Elegy (Fatal), de Isabel Coixet (1962), versão cinematográfica do livro “O Animal Agonizante” (“The Dying Animal”), de Philip Roth. Queria fala um pouco sobre ele, mas a garrafa de um simpático Côtes du Rhone, neste primeiro dia … Continuar lendo

Publicado em cinema, Livros | Marcado com , , , , | 14 Comentários

Tesouros da juventude

Encontrei numa estante — não foi na minha. E a despeito da capa tosca — ou talvez por causa dela —, deverá fazer parte da pilha ao lado da mesinha de cabeceira. Pelo inusitado, essa “biografia (quase) em quadrinhos” de … Continuar lendo

Publicado em Livros | Marcado com , , | 6 Comentários

"Um país se faz com homens e livros" (Monteiro Lobato)

“Que país é este?” (Renato Russo)

Publicado em cultura, Livros | Marcado com , | 12 Comentários

Notícias que noto

Há notícias importantes em meio à diária babel de informações inúteis. (Este blog soma-se às segundas, obviamente.) E entre manchetes sobre a crise econômica que ameaça o planeta, os debates (vice e)presidenciais de um certo país do continente norte-americano e … Continuar lendo

Publicado em (re)flexões | Marcado com , , , | 4 Comentários

Em busca do ritmo perdido

O corpo anda dolorido, por conta das guinadas violentas que a vida tem me obrigado a fazer. É próprio dela, a vida, e a gente é que deve ter planos B, C e D, ou ao menos não se fiar … Continuar lendo

Publicado em língua, Livros | Marcado com , , , , | 6 Comentários