Arquivo da categoria: sociedade

Historietas para boi dormir

Era um puta mala, inconveniente como poucos. Adorava sacanear todo mundo, com a garantia de que não perdoaria nem a mãe, se o cretino tivesse uma. Fazia isso nas festas, nas reuniões de família, de trabalho. Até num enterro ele … Continuar lendo

Publicado em conversê, nadas, política, sociedade | 4 Comentários

Te digo qué se siente

“Messi e Mascherano apoiam a luta das avós da Praça de Maio”, dizia a matéria onde encontrei essa foto. É notícia velha, anterior à Copa, mas que vale ser reeditada por ter contribuído para outra, bem recente: o belo desfecho que foi o … Continuar lendo

Publicado em (re)flexões, política, sociedade | Marcado com , , , , , , , , | Deixe um comentário

“Esquerda e progressismo: a grande divergência” (Eduardo Gudynas)

Eduardo Gudynas Analista do CLAES (Centro Latino Americano de Ecologia Social), Montevidéu. Twitter: @EGudynas Uma das maiores mudanças políticas vividas na América Latina nos últimos 20 anos foi o surgimento e consolidação dos governos da nova esquerda. Independente da diversidade … Continuar lendo

Publicado em política, sociedade, tradução | Marcado com , , , | 3 Comentários

A novidade veio dar à praia…

Novas linguagens, novas narrativas, novos ativismos, novos textos, hipertextos, intertextos, novas mídias, novas redes, rizomas… Essa efervescência e vitalidade contagiantes dão gosto, claro, e não perder esse bonde [sou chegado num anacronismo] é melhor ainda. Mas algo destoa nessa glorificação … Continuar lendo

Publicado em debate, sociedade | Marcado com , , | Deixe um comentário

Nadando contra a corrente, só pra exercitar (ou, por que não, "a Geni da vez")

Ok, muita gente se indignou com a privatização da praia do Forte de Copacabana, veiculada na matéria que saiu na Veja Rio no fim de semana passado. (Tem por aí, é fácil de achar na rede, não quero ficar fazendo propaganda gratuita … Continuar lendo

Publicado em (re)flexões, humanidade, notícias, sociedade | Deixe um comentário

E também não somos classistas

Não apoie as mãos nas portas. Não sente no chão. Não use viaje com mochila nas costas. Evite acidentes, a sua segurança também depende de você. O texto com a frase em negrito aí de cima corresponde a uma das mensagens sonoras … Continuar lendo

Publicado em (re)flexões, sociedade | Marcado com , , , , , | 11 Comentários