Arquivo da categoria: histórias

Bisavôs do século dezenove tinham disso

Suspeita-se que o ocorrido tenha se dado nos (pra lá de) idos de 1905, durante sua defesa de tese de doutoramento, intitulada “Relação entre a matéria e os fenômenos espíritas” – título curioso, considerando o ateu declarado que era. Há … Continuar lendo

Publicado em histórias | 2 Comentários

Dois pontos. (Uns três, fora o de ônibus.)

Tá, agora entendi a sequência. Primeiro: o mundo deu um porrilhão de voltas sem mim; e Segundo: você continuou embarcada nele. Resultado: não temos mais nada a ver um com o outro. Mas antes d’eu assinar a papelada, me explica … Continuar lendo

Publicado em histórias | Marcado com , | 15 Comentários

Um dia como outro qualquer

Ouvi de uma que soube de outra que por sua vez estava lá. De segunda mão, pois. O dia eu não sei, mas deve ter acontecido este mês. Foi na praça General Osório, em Ipanema, num cartório bem em frente … Continuar lendo

Publicado em histórias | Marcado com | 12 Comentários

Mescalina, psilocibina e azeite de dendê

Rodoviária de Nanuque, nordeste de Minas, 6:17 a.m. Ônibus para Belo Horizonte, só às oito e meia. Cadu e a irmã — hoje não se dão bem, há doze anos sim —, sonolentos da maratona iniciada em Itupeva (três e … Continuar lendo

Publicado em acidez, histórias, literatices e escrivinhações | Marcado com , , , | 37 Comentários

Cura

Itabuna, Bahia, década de 40, trinta anos antes chamada Vila de Itabuna que, por força da Lei n° 807 de 28 de julho de 1910, elevou-se à categoria de cidade, quando nesse então restavam à Rua J.J. Seabra não mais … Continuar lendo

Publicado em histórias, memórias | Marcado com , | 11 Comentários

Kafka

Madrugada atribulada de uma metrópole qualquer. Um homem de pouco mais de vinte anos chega ao pronto-socorro com uma bala de pequeno calibre alojada numa das têmporas, fruto de uma mal-sucedida tentativa de suicídio. A equipe médica, liderada por um … Continuar lendo

Publicado em histórias | Marcado com | 35 Comentários

Samba de uma nota só

Era uma vez… (Certo, não é a maneira mais original de começar, mas dê um desconto, que a história é antiga.) Então, dizia eu, era uma vez um sujeito, amigo de escola do meu pai, que gostava muito de história. … Continuar lendo

Publicado em histórias | Marcado com | 1 Comentário