in Feliz dia do Professor

Catatau

Debret

É flagrante ver o jornal dizendo que as pessoas precisam “se qualificar”, de um lado, e os dados dizendo que o Brasil tem índices de produtividade pífios, de outro.

Essa seria uma velha e manjada conversa, se a escola não tivesse parado de ensinar o seguinte: o fato é que o Brasil nunca foi muito afeito à produtividade, e sim à produção conforme conveniências. Nunca importou muito se somos produtivos ou damos lucro. O que importou de verdade é se o lucro foi para o senhorio do Engenho. É o que explica termos abandonado a escravidão tão tardiamente. O escravo sempre foi uma solução cômoda para o brasileiro. Basta ver o Manual do Agricultor Brasileiro, verdadeiro livro de coaching e de CEO do século XIX, misturando liberalismo econômico com pregações sobre escravidão.

Se a coisa mudou? Experimente ir a um serviço privado qualquer para ver (como se…

Ver o post original 260 mais palavras

Esse post foi publicado em Ainda pagãos. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.