Arquivo da tag: amor (e/ou desamor)

Na aldeia Tel Ilan, assim como em Nova York, Budapeste, Curitiba, Nairóbi…

Entre ele e Rachel reinava na maior parte do tempo aquele armistício tão comum entre casais depois de longos anos de casamento, depois que a briga e a ofensa e as separações temporárias já ensinaram os dois a medir com … Continuar lendo

Publicado em Livros | Marcado com | 2 Comentários

Surtos de sinceridade

“Sou medíocre demais pra ser vaidoso.” E a mão dela ensaiou um agrado em seu pescoço — a direção parecia essa —, que ladearia, assim me ocorreu, o discreto sorriso dirigido a ele. Mas desviou-se para o livro de poesias … Continuar lendo

Publicado em literatices e escrivinhações, mínimos | Marcado com , | 1 Comentário

Forma

Dois anos de namoro. Casaram. “Quem casa quer casa”. Arrumaram uma, encheram com móveis de pai e mãe, avós e padrinhos. Tudo “amorzinho, te adoro”, limpinho, lindinho, combinandinho… tirando uma mania ou outra, das que pedem tesoura. Dele, a de … Continuar lendo

Publicado em mínimos | Marcado com , | 25 Comentários