Arquivo da tag: filosofagens

Papo-cabeça

A caixa de comentários do post anterior tocou num assunto tão recorrente como o amanhecer e o pôr do sol: o tempo que passamos conectados na internet em redes de relacionamentos — e aqui vou além de Orkuts, MySpaces e … Continuar lendo

Publicado em Ainda pagãos | Marcado com , , , , | 19 Comentários

Assujeitamentos, rimando com estranhamentos

Acabei de descobrir Marina Abramovic, considerada a “avó da arte performática”. (Para não variar, atrasadíssimo, eu!) Quem me falou dela foi uma grande amiga, às voltas com o seu pós-doutorado (girando em torno da arte, do corpo e da psicanálise), … Continuar lendo

Publicado em Ainda pagãos | Marcado com , , , | 5 Comentários

Reveja os seus (pré-)conceitos

Volta e meia ouço conversas sobre o tema da inteligência. Cá entre nós, a conversa não é tão simples assim, já que muitas perguntas se impõem. Pensemos na mais primária: o que significa inteligência? E em outras: trata-se de uma … Continuar lendo

Publicado em (re)flexões | Marcado com , , | 10 Comentários

Agnosticismo, ateísmo e um gosto pela religião

Começando: sim, considero-me agnóstico. Alguns já sabem disso, e há sinais de minha posição em algum post neste mesmo blog. E não, isso não quer dizer que eu seja ateu. Não se trata da mesma coisa, e também já disse … Continuar lendo

Publicado em (re)flexões, religiosidade | Marcado com , , , | 18 Comentários

Conversa de botequim

Pus abaixo grande parte de um texto que volta e meia uso em sala de aula. Alguns poderão considerá-lo pueril e superficial; não penso assim. Ele levanta questões interessantes, e o melhor, faz isso dirigindo-se ao público leigo.Pergunto: em quais … Continuar lendo

Publicado em Ainda pagãos | Marcado com , , , | 10 Comentários

Livres para escolher, a despeito de tudo

Um sujeito, compulsivo sexual, viaja a trabalho. Assim que desce do avião — era uma sexta-feira, por volta de 10 horas da noite —, telefona para todas as mulheres que conhece na cidade, tentando marcar um encontro. A cada telefonema, … Continuar lendo

Publicado em Ainda pagãos | Marcado com , , | 8 Comentários

Despensamentos

Comportamento: aprendido, previsível, não-espontâneo. (Produto da condição humana, sofre influência sócio-cultural.) Ação: não-aprendida, imprevisível, espontânea. Ilusão: crer-se agindo. P.S. Para quem quer saber: somos ambos, ainda que muito mais comportamento do que ação, gostemos disso ou não.

Publicado em Ainda pagãos | Marcado com , | 4 Comentários

Mea culpa, mea culpa, mea minima culpa…

Enquanto escutava Winning a Battle, Losing the War, do duo norueguês Kings of Convenience, não por acaso a minha mente passeou por uma imagem que anda teimando em se fazer notar: que tipo de sujeito que valoriza as (e respeita … Continuar lendo

Publicado em Ainda pagãos | Marcado com , , | 9 Comentários