Quinta-feira

Rio de Janeiro, 18:45. Final de Fevereiro. Avenida Niemeyer. Ônibus linha “Integrada 2″, cheio. Para no ponto da favela do Vidigal. Ela embarca. Loura, cabelo preso, cara de poucos amigos. Forte. Muito forte. Fisiculturista. Abre passagem pelo corredor lotado, calça legging com meião. Olhares discretos, receosos. Pudera, a camiseta avisa: “Tá pesado? Faz balé”.

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s