“Tem que ver isso aí”

Miércoles, Mercredi, Mércores, E mërkurë, Miercuri, Mèkredi, Miðvikudagur, Mercoledì, Miyerkules… Quarta-feira.

É tudo convenção, eu sei, o som poderia ter sido qualquer outro. Tivessem pedido pro João Bosco ou pra Maria Gadú e sairia um barulho diferente de quarta-feira.

No fundo (começar com “no fundo” só perde pra “na verdade”), o problema não é o nome, mas o lugar na semana, essa outra convenção. Porque dizem que as segundas-feiras são pra dar raiva, que a maioria exalta as sextas-feiras, que pros mudernos os sábados são pra amadores e as terças-feiras é que importam, sem falar que domingo é o dia universal da adinamia. Mas e as quartas-feiras, por que ninguém diz nada?

Digo eu, pois, e sobre ela andar bem no meio das cinco feiras. No meio, sabe o que é isso? Não faz mais parte do início, mas também não é o fim. É intervalo, entre o isso e o aquilo, ali no lusco-fusco, nem vida, nem morte e nem limbo, se limbo fosse ainda seria alguma coisa. É maldito? Não. E bendito? Também não. É o caminho do meio budista? Quem dera. Indefinido,  em movimento, não dá pra pegar ou pra tirar foto, nem mesmo daquelas sem foco tão do gosto de hoje em dia. E por falar nisso, com gosto de finalmente, já não era sem hora!, também não dá pra dizer, só se fosse terça ou já tivesse chegado a quinta. E não venha com aquela que marca o fim do carnaval. Pior ainda, é o meio do meio, metade ainda é folia, metade não é mais. Além disso, que cor é aquela, nem preta nem branca…

Quarta-feira. Tinha que ser hoje?

Anúncios
Esse post foi publicado em nadas. Bookmark o link permanente.

14 respostas para “Tem que ver isso aí”

  1. Cláudio Luiz disse:

    Pois. Mas não sendo pré-definida (segunda é ruim / sexta é ótimo) é possível inventá-la da forma que queremos.
    Além de ser o dia que se tem desconto no ingresso (absurdamente caros) dos cinemas. eheheheheh

    Curtir

    • Ricardo C. disse:

      E a responsabilidade por tamanha invenção, Cláudio? Já pensou se com isso a gente altera o polo magnético da terra, o ritmo das marés e a proximidade da lua? Sei não, mas criar definições que podem virar convenções e quiçá (faz tempo que não uso essa palavra, tem bem umas 2 encarnações) revoluções não é um perigo grande demais? 😉

      Bom te ver por aqui, meu amigo.

      Abração

      Curtir

  2. Luciene disse:

    Quarta-feira já foi dia de ir ao cinema, Ricardo. Acho que não existe mais esta promoção, mas houve época em que a quarta-feira era considerada tão indefinida e, por isso, tão difícil de ser vivida, que davam desconto maior para a entrada nos cinemas exatamente neste dia. Daí, ela ganhava contornos de celulóide e pipoca. Era legal. 🙂

    Curtir

  3. Pingback: Ricardo C.

  4. Pingback: O Pensador Selvagem

  5. Colafina disse:

    No meu tempo (esse começo também é doído…) de caserna, quarta-feira era dia de meio expediente. Até hoje não entendo por que não é assim em todo lugar! 🙂

    Curtir

    • Ricardo C. disse:

      “No meu tempo” é ótimo, Colafina, diz logo que o tempo de hoje não é mais nosso, hehehe! E sim, eu voto pelo teu voto. Quartas-feiras devem ser de meio expediente e não se fala mais disso!

      Curtir

  6. googala disse:

    quartafeira é o dia mundial dos paisseparados…

    Curtir

  7. Luiz disse:

    Pois pra mim quarta-feira é dia sagrado de tomar umas biritas (não muitas…) com uns amigos em um boteco pé-sujo de periferia, saborear uma comidinha com jeito de interiorzão e prosear, prosear, prosear…

    Na mesa ainda cabem alguns…

    Curtir

  8. El Torero disse:

    Quarta-feira era dia de sofá, de ficar de mãos dadas num sem assunto gostoso, só no aguardo do café com rosquinhas. E de uma distração da mãe da moça pra num repente, se ficasse de jeito, ousar uma mão no joelho.

    Curtir

    • Ricardo C. disse:

      Torero, quantos anos anos você tem? A julgar por essa história sobre ousar uma mão no joelho, diria que uns 85, não? 😉 Eu que pretendia fazer piada com “o aguardo das rosquinhas” aproveitando a distração da mãe nem vou mais, hehehe!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s