Um singelo pê, talvez um "por que não?" e, mais tarde, um "menos, moço, menos…"

horário do remetente: Enviado às 09:03 (GMT+01:00). Horário atual no local de envio: 16:17.
para: ricardocabral@gmail.com
data: 14 de outubro de 2010 09:03
assunto: acção nas livrarias Bulhosa

Olá Ricardo,
Estive a falar com chefe de loja de Campo de Ourique e parece que lá as vendas do teu último livro foram boas.
Assim estava a pensar que o melhor seria fazermos a acção nessa livraria. Se quiseres podemos também manter a sessão de autógrafos em Oeiras.
Fica ao teu critério.

Beijinhos,

Xxxxxx Xxxxxxx

* * * * *

horário do remetente: Enviado às 09:52 (GMT+03:00). Horário atual no local de envio: 12:25.
para: Xxxxxx Xxxxxxx <xxxxxx.xxxxxxx@bulhosa.pt>
data: 14 de outubro de 2010 09:03
assunto: Re: acção nas livrarias Bulhosa

Prezada Xxxxxx,

Creio que sua mensagem foi para o Ricardo errado. Escrevo do outro lado do Atlântico, cá do Brasil, e ainda não tive a competência necessária para escrever um livro, muito menos um cujas vendas andem boas. O máximo que posso dizer é que gerou em mim, em relação ao meu homônimo, um misto de curiosidade — que já matei, pois vi que é um desenhista de mão cheia — e inveja — que não matei, pois vi que é um desenhista de mão cheia, que publicou livros e que estes, ainda por cima, vendem bem.

Cordialmente,

Ricardo Cabral, o invejoso d’além-mar

P.S. No blog do meu homônimo (ou homónimo, na grafia de Portugal), http://ricardopereiracabral.blogspot.com/, aparece o seu endereço eletrônico: ricardopcabral@gmail.com.  Ao que parece, foi uma letra pê que gerou esse oceano de diferença.

* * * * *

horário do remetente: Enviado às 12:14 (GMT+01:00). Horário atual no local de envio: 16:37.
para: Ricardo Cabral <ricardocabral@gmail.com
data: 14 de outubro de 2010 12:14
assunto: acção nas livrarias Bulhosa

Boa tarde Ricardo,
Obrigada pela informação. De facto, esqueci-me de adicionar o “p” ao endereço de e-mail.
Fico satisfeita pelo meu erro lhe ter permitido conhecer o trabalho do seu homónimo que é, de facto, bastante interessante.
Pode ser que este encontro casual desperte em si o desejo de escrever livros e que, daqui a uns tempos, lhe esteja a dirigir um e-mail a convidá-lo para uma sessão de autógrafos numa livraria de Lisboa.

Atentamente,

Xxxxxx Xxxxxxx

* * * * *

P.S.1. É tudo verdade

P.S.2. Por que não?

P.S.3. [Horas depois, com um pouquinho de reflexão] Menos, moço, menos…

Anúncios
Esse post foi publicado em Ainda pagãos. Bookmark o link permanente.

12 respostas para Um singelo pê, talvez um "por que não?" e, mais tarde, um "menos, moço, menos…"

  1. Monsores disse:

    Ahhhhhhhhh tá…
    Os fãs aqui pedindo um livro há séculos e um P te faz refletir?

    ê mundo injusto, viu?

    Abraço
    André

    Curtir

  2. Pingback: Tweets that mention Um singelo pê e talvez um “por que não?” | Ágora com dazibao no meio -- Topsy.com

  3. Pingback: Ricardo C.

  4. Pingback: Felipe Lopes

  5. Pingback: O pensador selvagem

  6. Diego Viana disse:

    Subscrevo ao que disse o Monsores… entrei cá para dizer isso!

    Curtir

  7. Guil Kato disse:

    Ah, Ricardo.
    Deixe de fazer “aquele certo orifício adocicado” e escreve, ou melhor, compila tudo o que você já tem, que é ótimo, em um livro!

    Curtir

  8. Susana Delgado disse:

    Olá Ricardo,
    Que surpresa encontrar o meu e-mail, enviado por engano, aqui.
    Afinal há quem ache que tem competências suficientes para escrever livros. Fico à espera que o faça para que o possa convidar para uma tertúlia numa livraria de Lisboa!

    Curtir

    • Ricardo C. disse:

      Suzana, surpresa minha te ver por aqui também, inclusive porque tentei ser o mais discreto possível em relação a sua pessoa, preservando os seu nome e endereço eletrônico. (Os do meu homônimo não, mas somente por já serem públicos no blog dele, além de ter falado bem de sua obra, hehehe!).
      Enfim, com ou sem livro, quando passar por Lisboa — que ainda não tive o prazer de conhecer — tratarei de contatá-la, nem que seja para ser plateia numa tertúlia promovida por sua livraria.
      Grande abraço e muito me honra a sua visita

      Curtir

      • Susana Delgado disse:

        Espero então pelo seu contacto. Quando vier voluntario-me para ser guia turística e mostrar-lhe algumas das vistas mais bonitas desta cidade.
        Mas venha no verão, porque agora está um frio de rachar por cá!

        Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s