Sinuca de bico

___– Alfredo, o que você está fazendo?

___– Desistindo, Nitinha, desistindo.

___– Mas por quê?

___– Nitinha, cheguei aos sessenta e não fiz nada que preste nesta vida. O pior é que não dá nem mais tempo de mudar de rumo.

___– E agora?

___– Agora, só na próxima encarnação.

___– Ih, Alfredo, mas você não é ateu?

Anúncios
Esse post foi publicado em literatices e escrivinhações, mínimos e marcado . Guardar link permanente.

6 respostas para Sinuca de bico

  1. Salve Ricardo!

    Faz um tempinho que não venho aqui, e duas coisas:

    1) adorei o cabeçalho do blog!!!

    2) bom conto. Lembrou os deliciosos poemas-piada do Oswald de Andrade!!!

    Seu conto lembrou uma notícia que vi há tempos atrás, quando o Norman Mailer anunciou que estava se convertendo ao kardecismo. Veja, rigorosamente NADA contra os espíritas, mas, com a biografia que ele possui, que a conversão do Mailer não foi nada mais do que tentar passar a perna na morte…

    O meu blog está de volta, agora no http://ofimdahistoria.freehostia.com

    Abraços!

    Curtir

    • Ricardo C. disse:

      Olá, Renato, bom tê-lo de volta por aqui, e sobretudo lá no teu blog, de que andava sentindo falta. Só por isso ele volta à coluna ao lado, entre os meus favoritos!

      Abração

      Curtir

  2. Dinha disse:

    Adorei! hehe… Agora entendi o porquê da etiqueta “acidez” 😉

    Curtir

  3. gugaalayon disse:

    Ateu só até morrer. Depois ele escolhe o q será…

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s