Da série "Pare de Sofrer"

Um pouco de bestagem, em tempos de sofrimento real e pungente em outras bandas (Gaza, mas também Darfur e outros 343 cantos).

Bestagem sim, mas só um pouquinho, combinado?

Dá medo até de sofrer, não?

[Imagem roubada descaradamente do blog do Marcelo Leite]

Anúncios
Esse post foi publicado em humor e marcado . Guardar link permanente.

13 respostas para Da série "Pare de Sofrer"

  1. Darwinista disse:

    Pô Ricardo, você faz propaganda do santo mas não dá o endereço? Passa aí o telefone do rapaz que meu aparelho de som tá encrencado, mas tenho fé que ele dá jeito.

    Curtir

  2. Nat disse:

    Já na primeira frase eu tive uma intuição… mas ao ver a frase “resgata FGTS” e “cancela cartão”, tive certeza de que um maluco assim só poderia mesmo trabalhar na Caixa Econômica Federal…

    Curtir

  3. Ricardo C. disse:

    Rapaz, é mesmo, assim povo vai pensar que além de tudo o que ele é capaz de fazer, ainda por cima tem um intermediário: eu!
    😛

    Curtir

  4. Ricardo C. disse:

    Hehehe!
    Nat, apresente-o para o pessoal, pare de esconder o jogo!
    😉

    Curtir

  5. Gwyn disse:

    Achei engracado o

    “tras de volta marido e descobre corno”
    qual seria a ordem….. ;D

    Curtir

  6. Colafina disse:

    Só pode mesmo ser empregado da Caixa! Qualquer pereba que o governo (todos os governos) inventa, empurra goela abaixo da Caixa. Curar todos os males e passar receita? Falta pouco, muito pouco… bom, pensando bem, talvez não falte mais! 😛

    Curtir

  7. Pax disse:

    Olha, se o cara prometer curar o HRP, o Dino, o Fábio Passos e o Surf de um lado, e o Chesterton e o Mr X de outro, juro que vou marcar consulta pra mim.

    Curtir

  8. Ricardo C. disse:

    Quem sabe os insondáveis mistérios da frase, Gwyn. Creio que só pai Arnapio poderia responder…

    Curtir

  9. Ricardo C. disse:

    Fine, a Caixa é mesmo uma mãe, né? Parece até aquela do filme Mamãe Faz Cem Anos, do Carlos Saura!

    Curtir

  10. Ricardo C. disse:

    Para esses não sei se pai Arnapio dá conta. Talvez o guru dele, vô Arnapio… 😛

    Curtir

  11. Nhé! disse:

    Eu gosto de ouvir na rádio um pai de santo que cura tudo isso e muito mais.
    Eu o chamo de pai Jacó, mas tenho quase certeza que não é esse o nome. É que não dá para entender muita coisa que ele fala, sabe? Curiosamente eles falam tão mal quanto escrevem (tipo assim como eu…).
    Enfim, para os interessados, ele atende na rua Brais Cuba, Mogi das Cruz… hehehehe…

    Curtir

    • Ricardo C. disse:

      Nhé!, essa história de que falam e escrevem mal dá uma tese, não? Qual seriam as razões? Será alguma interferência nas “transmissões de dados” entre os diferentes “planos”? Ou seriam os seres do astral um bando de analfabetos?

      Curtir

      • Nhé! disse:

        Olha o sacrilégio, Ricardo! Vai que a gente morre e realmete constata que tem outra coisa do lado de lá e que não existe essa coisa de certo e errado na semântica?!?!?
        Que os santus orixa ti curem desse constipado…amém!

        Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s