Lógica

Leio:

Albert Camus era um depressivo.
– Eu sou um depressivo; logo, eu sou Albert Camus!!
– Mas se eu fosse Albert Camus, deixava de ser depressivo.
– E acabada a depressão, nada de Albert Camus…

[Vou ali me espatifar contra uma árvore e já volto.]

Anúncios
Esse post foi publicado em nadas e marcado . Guardar link permanente.

16 respostas para Lógica

  1. Ricardo,

    Meu comentário se liga indiretamente à depressão…..rsrsrs

    Meu blog já tem o post que lhe disse sobre ateísmo.

    Saudações.

    Curtir

  2. Ricardo C. disse:

    Lerei, meu caro!

    Curtir

  3. Oi Ricardo:
    Perdi um comentário imenso cheio de graça e verve:-))
    Mas eu falava de silogismos, de antidepressivos etc.
    Apresentava uma lista de colegas nossos. Todos brilhantes, todos depressivos.

    Finalizava dizendo que não pedroaria vc em doid casos:
    1- Se tivesse ido se espatifar sem ter me esperado ou covidado.
    Ou no caso de não voltar.
    beijos

    Curtir

  4. Meg (sub rosa disse:

    Ricardo, perdi 3 comentários. Ou um comentário três vezes.
    Volto depois.
    Um beijo.
    Da próxima vez, não vá se espatifar sem antes me convidar.
    Beijos
    Meg

    Curtir

  5. Ricardo C. disse:

    Meg, que pena pelo comentário perdido! Pelo menos traga a lista, por favor…
    De qualquer forma, nào se preocupe, se acontecer de cair nos braços “dessa mulher” (não vou citar seu nome, vai que ela aparece?), prometo que te aviso! 😉
    Bjs!

    P.S. Agora seus próximos comentários estarão automaticamente aprovados. Só na primeira vez é que cai na moderação

    Curtir

  6. Ricardo C. disse:

    Ah, deletei os repetidos, viu?

    Curtir

  7. flávia disse:

    Gostei de “humor cinza”…
    Ah! nem acho tão depressivo… como ele escreveu em O mito de Sísifo: é preciso imaginar Sísifo feliz. No fundo, não passava se uma Poliana (jogo do contente, sabe?).
    se’spatifa não!

    Curtir

  8. Ricardo C. disse:

    Sua escrita, não é, Flávia, eu é que inventei que ele seria um depressivo, vai ver que em função do personagem de A Queda, que me cheira a tal…

    E eu me espatifar? De jeito nenhum, hehehe!

    Curtir

  9. flávia disse:

    É preciso imaginar Camus feliz!

    Curtir

  10. flávia disse:

    É preciso imaginar Ricardo C. feliz!

    Curtir

  11. joao~Grando disse:

    Eu nunca (ainda) li Camus.
    Imagina a velocidade que deveria me atirar à árvore…
    Ou simplesmente ser feliz.

    Curtir

  12. Ricardo C. disse:

    Dá para ser feliz, ler Camus e não precisar se espatifar contra uma árvore, João!

    Curtir

  13. Aaaaai, que vergonha, Ricardo. Então aqui se modera comentário e nem diz com delicadeza, pra não magoar a ubaldina rapariga, que “seu comentário está esperando moderação”.

    Tô passada, lavada e enxaguada…

    Obrigada por deletar os repetidos. Tô bobíssima;=)
    beijos

    Curtir

  14. Pax disse:

    ” A verdadeira generosidade em relação ao futuro consiste em dar tudo no presente ”

    É dele sim…. Camus

    Curtir

  15. gugala disse:

    a primeira carta de Pedro Vaz Camus ninguém esquece

    Curtir

  16. Antonio disse:

    Depressivos do mundo, uni-vos!

    (Sou um deles.)

    Abração,

    ACT

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s