Cenas

A empregada volta da feira, com cara de poucos amigos.

— Que foi, Deise, aconteceu alguma coisa?
— Ah, uns cara lá da barraca do peixe, falano umas coisa tudiruim
— Mas o que foi, criatura, fala logo!
— Eles gritaro: “Que pavão!”
— Pavão? Como assim, criatura, o que isso quer dizer?
Oras, dona Régiâne, é só a senhora pensá: o qué qui o pavão tem de tudibão?

[Fato verídico, ocorrido faz mais ou menos dois meses, na residência de uma conhecida minha. Bom, talvez um pouco romanceado, vá lá…]

Anúncios
Esse post foi publicado em cotidiano, humor e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s