Procura-se

Nome (presumido): Barbara Sonnenville.

Idade (presumida): 42

Nacionalidade: EUA

Profissão: tradutora. Fluente em chinês (cantonês e hunan) e hindi. Tem noções de sânscrito e páli.

Especialidade: sedução de gurus, particularmente da Índia e do sudeste asiático (Mianmar e Sri Lanka).

Informações complementares:
Foi vista pela última vez saindo do ashram de Sri Narayani Premahanmuneera (16), expulsa pela mãe do supracitado, Gurumayanda Marga (38). Informações seguras apontam-na como responsável pelo cisma na seita de ambos — dirigida pela mãe, que pregava a castidade, amparada na virgindade do filho. Segundo informações colhidas, a nova seita de Sri Narayani Premahanmuneera agora prega que só se alcança o Nirvana através do sexo com o guru, que parece ter adquirido o poder de levar qualquer ser vivo ao orgasmo em segundos. Filas quilométricas formam-se diariamente ao redor do novo ashram, localizado ao norte de Dharamsala (Índia).

Há relatos de que a presumida Barbara Sonnenville teria rumado para o Brasil. Especula-se que o seu destino tenha sido a cidade de Brasília (Distrito Federal), onde vive Iuri Thais (61), mais conhecido como INRI Cristo. Especialistas, porém, não crêem na veracidade da informação, dadas as experiências anteriores da desaparecida, operando sempre na na faixa etária dos 15 aos 25 anos de idade.

____________
P.S. Este texto, apesar de ficcional, baseia-se no relato de um amigo norte-americano, que me falou sobre uma mulher que tinha mesmo a “tara” de transar com gurus. Não lembro quantos ela já tinha em sua coleção, mas que me deu uma vontade danada de conhecê-la e ouvir as suas histórias, isso deu!

Anúncios
Esse post foi publicado em um certo Beckett... e marcado , . Guardar link permanente.

6 respostas para Procura-se

  1. pingwyn disse:

    Ricardo, minha vontade era de conhecer os gurus, mesmo nao tendo muito certeza que iriam falar muito a respeito..

    Curtir

  2. Ricardo C. disse:

    Eu conheci algumas pessoas interessantes nesta vida, mas não as chamaria de gurus. Mesmo assim, guardo na memória a comoção coletiva que a presença e as palavras de um deles causava. Isso me impressionou muito!

    Curtir

  3. pingwyn disse:

    Deve ser uma exepriencia MUITO impressioante..O que mais te impressionou? a comocao coletiva? essa comocao no rosto das pessoas e as reacoes?? ou as pessoas interessantes que causaram a comocao?

    Curtir

  4. Ricardo C. disse:

    A entrega, tanto do sujeito quanto das próprias pessoas. Havia um legítimo desejo de doação de ambos os lados. Não em todos, não livre de apegos, mas mesmo assim, de forma intensa como poucas vezes vi.

    Curtir

  5. Pax disse:

    É, será que ela me condideraria um guru?~Dá pra postar uma fotinho da moça pra saber se quero?

    Curtir

  6. Ricardo C. disse:

    Pax, infelizmente não tenho foto…Mas te adianto que vc não poderia ser um guru para ela, lembre-se da faixa etária em que ela opera, hehehe!Abração!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s