Nó górdio (um corte)

Ingredientes:
1) Um nó, impossível de desatar, feito aquele de Górdio, rei da Frígia e pai de Midas.
2) Pavio curto. (Alexandre, o Grande, destacava-se pelo pequeno tamanho do seu.)
3) Instrumento perfurocortante.

Modo de preparar:
1) Queime rapidamente o seu curto pavio tentando desatar o nó.
2) Dê-lhe então um certeiro golpe com o tal perfurocortante.
3) Satisfeito, deite-se ao leito. Evite o de Procusto.**

__________
** Para os que não lembram ou têm preguiça de procurar: personagem mitológico grego que torturava viajantes numa cama de ferro. Caso a vítima fosse menor que a cama, esticava-lhe os membros até caber nela; caso fosse maior, cortava as “sobras”.

Anúncios
Esse post foi publicado em receitas e marcado , , . Guardar link permanente.

16 respostas para Nó górdio (um corte)

  1. Alba disse:

    Adorei!Reciclagem de mitos é uma das coisas mais divertidas, né mesmo?Mesmo que o pobre Alexandre acabe vítima de tipos como Oliver Stone e aquele filme horroroso.:)

    Curtir

  2. Ricardo C. disse:

    Ponha horroroso nisso, Alba! Mas brincar com as palavras e histórias é mesmo divertido, pelo menos pra mim!Bjs

    Curtir

  3. confetti disse:

    nao achei o filme horrososo !colin farrell me convenceu…mesmo com aquele shape meio gay! imagino alexandre assim mesmo, torturado, indeciso e carente !

    Curtir

  4. Ricardo C. disse:

    Ah, Confetti, desta vez discordamos veementemente! E olha que acho o Collin Farrell bom ator, viu?

    Curtir

  5. confetti disse:

    definetely discordamos veementemente ! kkkcolin farrell nao é um bom ator…mas nesse filme ele incarnou um alexandre completamente”humano”e exposto, como numa autopsia …aquele sofrimento foi bem restituido ! imagina alexandre, naquela epoca…naquelas situaçoes edipianas sem poder nem marcar hora ca terapeuta judia do pax la no leblon ! :)))

    Curtir

  6. Ricardo C. disse:

    Com essa da terapeuta judia do Pax vc matou a pau, Confetti, tô me escangalhando de rir, hahahaha!

    Curtir

  7. Alba disse:

    Mas confetti, querida, o caso é que TUDO ali foi romantizado de tal forma, pra criar impacto, que acho que não sobrou muita coisa do Alexandre histórico. E nem é por causa da gayzice, porque isso rolava mesmo, era comum. É por conta do famoso toque “oportunista” do Oliver Stone, que entre outras coisas, cria aqueles personagens absurdos como o da Angelina Jolie, que mais parece uma daquelas italianonas de comédia.Mas a psicanalista do Pax foi bem lembrada! 🙂

    Curtir

  8. confetti disse:

    concordo que oliver stone seja o rei da chanchada, mas se trata de cinema, donc forcement romanceado! mas reconheci alexandre, o grande…suas angustias e fraquezas ! parece tbm que ele tinha muita dor de dentes e que isso o fez tomar decisoes “belicas”inoportunas….:)putz, quarta feira vou ao dentista..:(

    Curtir

  9. Alba disse:

    Ah, Alexandre devia mesmo ser uma figura muito dividida. O cara era um gênio militar que conquistou todo o mundo conhecido da época. Há quem diga que morreu de desgosto, por não ter mais o que conquistar :)Mas o Oliver Stone exagera nas tintas. Parece coisa contemporânea, em muitos momentos.Aliás, isso me lembra um outro filme, esse uma obra-prima, do John Huston: O homem que queria ser rei. Vocês lembram?

    Curtir

  10. confetti disse:

    lembro, mas nao acho obra prima…aquele lance de franc maçons com sean connery né albin? alexandre faz “uma ponta” com figurante ! kkkhouston insistiu nesse projeto mais de 20 anos, quando conseguiu realiza-lo ja era velho,o olho cansado…nao considero esse filme entre seus melhores ! prefiro “gens de dublin”, mais tardio, sublime !!

    Curtir

  11. Alba disse:

    Aquele com a Anjelica Huston? Sobre uma reunião de família? Realmente, é uma obra-prima. Mas ainda vejo O Homem que queria ser rei com muito afeto. Michael Caine está maravilhoso, como sempre!

    Curtir

  12. Ricardo C. disse:

    Meninas, deixo vcs conversando, tenho que me retirar. Sintam-se em casa, fico muito contente de ver esse papo todo por aqui, tão à vontade, viu?Beijos

    Curtir

  13. confetti disse:

    tbm preciso, digo devo, digo ja é mais que tempo que eu largue esse note senao carinha ali vai me largar !! pessoal aqui conversando e eu com 1 olho aqui, outro no pd, outro acola…ai fico respondendo assim ” bien sur” “ah bon?” “sans blague” ! kkkbeijos queridos amigos, até…ja ! 🙂

    Curtir

  14. Roberta disse:

    Ótima!!!

    Curtir

  15. Pingback: Ricardo C.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s